Translate

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Estrela cadente



...


Olhe para o céu a noite,


procure o brilho que te faça enxergar a felicidade


procure no mais alto possivel


procure pelo que mais lhe chamar atenção






Olhe para o céu


e torça para ser a grande noite!


Fique de olho


fique atento para não perder o grande momento,


Espere!


Lá esta, esta passando tão rapido de um jeito tão encantador


Agora sim, seja rapido, feche os olhos e faça um pedido.


Abra os olhos e se despeça,


se despeça da estrela cadente...




Beijos;esperoquegostem :)

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Auto estima em baixa?







Você está com a auto estima em baixa? veja estas dicas para levantar a auto estima

Auto-estima

A auto-estima é que move nossas atitudes, então por que não cuidar dela antes.

* Troque as lamentações pelas decisões. Deixe a atitude passiva de lado e assuma para si a responsabilidade de mudar.

* Pense sobre o que é realmente importante para você. Isto vai ajudar a tomar decisões e mudar atitudes.

* Assuma seus defeitos e se ame do jeito que você é. Não se trata de comodismo, pelo contrário. Só assim saberá onde quer e vai mudar, mas sempre sabendo que ninguém é perfeito, mas podemos mudar para melhor.

* Encare os deslizes como algo normal. Aproveite-os como lições valiosas para encarar os novos desafios, e não como prova de incapacidade.

* Pequenas atitudes podem significar muito: um bate papo, uma festa com os amigos, arrumação do quarto, nunca fique parada tendo pena de si mesma.

* Dê um passo de cada vez. Querer resolver tudo de uma vez na maioria das vezes não é uma atitude realista.

* Tente os objetivos possíveis, mesmo que você tenha que conquistá-los pouco a pouco. Metas inatingíveis são o caminho mais fácil para a frustração e uma nova recaída na auto-estima.

E quando bater uma recaída ou aquela crise na auto-estima. Leia esta mensagem para si mesma.


********************************************


Auto-Imagem


Olhe para si e pergunte:

Eu estou satisfeito com meu desempenho até o momento?

Você se considera uma pessoa bem-sucedida?

Que imagem você tem de si mesmo?

Será que não é a imagem de um azarado, fracassado, pobre e perdedor?

A situação atual de sua vida nada mais é que o fruto de seus penamentos do passado.

Se você quer saúde, concentre sua mente na saúde.

Se você que ser uma pessoa vencedora, imagina sempre grandiosos sucessos.

Mas você não deve pensar somente no que quer. Crie uma auto-imagem que você já tem, que você já é. Tenha uma auto-imagem clara e definida “Sou um vencedor, sou capaz”.

Se te imaginares um ser triste e sombrio, assim se tornarás.

Porém, se te imaginares um ser brilhante e poderoso, assim tu serás, pois a mente é criadora onipotente.

Lembre-se: “A riqueza de cada pessoa é soma dos pensamentos grandiosos que ela conseguiu reter na sua mente. Podemos dizer então que a riqueza de cada um é uma projeção da mente”.




Acredite:


Você é um vencedor!

Repita para você mesmo:

“Ninguém pode vencer por mim!”.

E nunca se esqueça que o amor mais importante e valioso é o amor próprio.



Fonte: http://www.dietaebeleza.com/ja-tentou-de-tudo-e-nao-consegue-emagrecer/

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Par perfeito



Era uma vez um anjinho muito distraído chamado AMOREL, que recebeu uma incumbência de Deus:



- AMOREL, acabo de inventar os humanos. Eles estão classificados como homem e mulher, cada um tem seu par perfeito e já estão todos alinhados de par em par. Pegue esta bandeja com humanos e leve para que eles habitem a Terra.



AMOREL ficou contente pois, há muito tempo, o Senhor não o chamava para tão nobre trabalho. O anjinho pegou a bandeja e ao virar uma esquina lá no céu, trombou com uma anjinha chamada AMANDA.



A bandeja voou longe, e todos os casais de humanos se misturaram.



AMOREL e AMANDA ficaram desesperados e foram contar para Deus o ocorrido e o Senhor falou: - Vocês derrubaram, vocês juntarão! Porém, parece que Deus se esqueceu que os anjinhos eram distraídos. E é por isso que a cada dia os casais se juntam e se separam. Os dois anjinhos, trabalham incessantemente para que os pares perfeitos originais se encontrem.



O trabalho é muito difícil, tanto é, que por muitas vezes eles juntam pares errados, pois os humanos espalhados ficam inquietos e cobram o serviço dos anjinhos, o tempo todo. Quando os humanos se mostram muito desesperados, os anjinhos unem dois desesperados, mas logo depois percebem o engano e os separaram, e por muitas vezes, esta separação é brusca, pois não se tem tempo a perder.



Recebi um bilhete dos dois anjinhos e vou mandar pra você agora.



"Se você é um humano, queremos pedir desculpas pela nossa distração, pois errar não é só humano! Estamos trabalhando com empenho, porém, sempre contando com a ajuda de vocês. Não se desesperem mas também, não se isolem.



Tentem se mostrar realmente, quem é cada um de vocês, pois a medida que cada um mostrar o que é de verdade, vai tornar o nosso trabalho mais fácil. Aproveitamos a oportunidade, para nos desculpar pelas separações abruptas, sabemos que elas geram muito transtorno, mas se nós o separamos de alguém, é por que em algum canto vimos alguém bem mais parecido e por isso precisamos isolá-los para facilitar o encontro."



Autor desconhecido

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

A Decepção…




A decepção é um sentimento tão frustante, talvez seja das sensações que mais me entristece, me deita abaixo, me impede de continuar, me bloqeia.



Será que criamos expectativas altas demais? Ou será que as expectativas eram normais, próprias e adequadas, mas a decepção teimosamente nos bate à porta?



Será um problema de ansiedade, de querermos que tanto se realize, que tanto aconteça?



Será que somos exigentes demais, e exigimos dos outros, coisas que nem nós próprios sabemos fazer?



Será que uns são mais atreitos a decepções que outros?



Será que uns, nem percebem a decepção não lhe dando a importância que outros lhe dão?



Será que as decepções só acontecem aos emotivos? Aos frágeis? Aos corajosos? Aos exagerados? Aos idiotas?



E acordar depois de uma decepção?



Acordar para a Vida, acordar para o Dia, pôr os pés fora da cama, levantar o corpo, calçar qualquer coisa para começar a pisar o chão, a terra, olharmo-nos no espelho, olhar uns olhos decepcionados,….



E depois, muitas vezes voltar ao mesmo sítio, ao mesmo local, ver a mesma pessoa, ter de falar com essa pessoa, voltar e reencontar o mesmo ambiente, o mesmo cenário…..



Reagir…. Como se faz para Re Agir? Reagir é voltar a agir! Para voltar a agir, é preciso ter vontade de agir. E o mundo que nos rodeia, exigente, que não tolera a insatisfação, não tolera tristezas, que como uma criança mimada, quer-nos Lindos, Contentes, Sorrizinhos, Arranjados, Elegantes, Perfeitos, e todos nos pedem, “Vá reage, faz qualquer coisa, tens de melhorar! Lá estás tu com o teu péssimismo!…”. E para culminar, lá dizem a frase: “Não percebo, porque ficas assim, não é caso para isso!”. E nós, envolvidos num manto negro de tristeza, de amargos na boca, de nós no estomâgo, de dedos das mãos frios, de joelhos ligeiramente a quebrar, ficamos perplexos a olhar para aquela gente que nos diz “Que não é nada!”. Não é nada???! Mas não percebem, que para nós É TUDO!Que houve uma derrocada de terras, por cima da nossa boca, que houve uma inundação de líquidos salgados, que nos deixou molhados de suores frios, que o nosso coração saltou, mexeu-se, como se de um sismo se tratasse e nos deixou com taquicárdia, que houve um corte a meio dos nossos pulmões, e os pôs a trabalhar em limites mínimos, que sentimos o sangue a parar nas veias e que fomos invadidos por um vento frio e quente, que levantou todas as areias no ar que nos sufocam e nos cegam? Pois, não vêem isto?Faltam as lágrimas? Ah, as lágrimas, as piegas lágrimas, que comovem os outros….. Mas olhem, os decepcionados não choram por fora, choram por dentro! Choram, choram, choram, até ficar secos, como um solo africano, seco, ressequido, morto….











Deixem-nos enterrar uma decepção, como se de um corpo morto se tratasse, deixem-nos enviuvar, chorar aquilo que nunca acontecerá, que nunca iremos possuir, deixem-nos cair no chão (não nos levantem, por favor!), de pernas e braços abertos deixem-nos gritar, gritar muito para que saiam os espíritos malígnos que nos envenenam, deixem-nos enlouquecer, perder o juízo, falar sózinhos, deixem-nos sair para a rua de robe e chinelos como um velho senil, deixem-nos estar sós, desgrenhados e sem comer, deixem-nos fugir (não vão à nossa procura, por favor!) e se quisermos deixem-nos morrer.



.………………………………………



MAS HAVEMOS DE SOBREVIVER!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010




... Há uma lei mental que é assim enunciada: o semelhante atrai o semelhante, ou, em outras palavras, o igual atrai o igual. Isto quer dizer que o pensamento atrai a realidade do seu conteúdo. A partir desta verdade, você estará se dando conta de que pensamentos de fracasso atraem o fracasso, pensamentos de sucesso atraem o sucesso, pensamentos de amor atraem o amor, pensamentos de ciúme atraem o conteúdo do ciúme, pensamentos de alegria atraem a alegria, pensamentos de tristeza atraem a tristeza, assim por diante. O pensamento é uma realidade mental que atrai a realidade física. Há milhares de anos, o profeta David, pai do sábio Salomão, afirmava: abismo atrai o abismo Os seus pensamentos, portanto, fazem a sua vida. A sua vida é a materialização, ou a expressão dos seus pensamentos constantes. E o futuro será a colheita dos pensamentos semeados na mente hoje. Você, pois, está determinando agora o que será mais tarde. Todo efeito tem a sua causa, como ensinava o grande sábio Jesus Cristo: cada um colhe o que semeia.

Não existe acaso, má sorte, azar; é a soma dos seus pensamentos diários que leva você a esses resultados. O melhor time nunca perde o campeonato. Pode sofrer algum revés, que somente contribuirá para aprimorar mais ainda a técnica, mas ninguém lhe tirará das mãos o resultado final almejado.



Um dia veio visitar-me um senhor, bastante desanimado. Dizia-me que, por mais que desejasse progredir, não conseguia. Duas vezes já fracassara e as coisas não davam certo para ele. É uma coisa que eu não entendo - se queixava ele. Tem um sujeito pertinho da minha casa que botou uma lojinha qualquer e agora está lá em cima. É um espertalhão, um aproveitador. Não sei como é que ele progride e eu não. Eu já estou com medo de fracassar mais uma vez no meu negócio. Você vai mal pelo poder da sua mente - disse-lhe eu. O homem se espantou, e aí mesmo é que não entendeu mais nada.Simples. Quais eram os pensamentos dominantes nele? Pensamentos de fracasso, de medo e de inveja do vizinho. Esses pensamentos, tão fortemente emocionalizados e repetidos, estavam se tornando realidade.



Lembre-se: pensamentos de fracasso atraem o fracasso, pensamentos de medo atraem o resultado correspondente, pensamentos de inveja prejudicam o invejoso. Era o poder da mente atuando com perfeição nele. Os pensamentos positivos que esse senhor tinha eram totalmente envolvidos pela avalanche dos pensamentos negativos. O resultado não poderia ser diferente. escreveu, na sua tragédia Hamlet, ato II, cena 2, uma frase espantosamente profunda:



Shakespeare



"O Bem e o mal não existe ♥

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Advogado




Certa tarde, um famoso advogado ia pra casa em sua “limousine” quando viu dois homens a beira da estrada, comendo grama. Ordenou ao seu motorista que parasse e, saindo, perguntou a um deles:




- Porque vocês estão comendo grama?

- Não temos dinheiro pra comida. – disse o pobre homem – Por isso temos que comer grama.

- Bem, então venham a minha casa e eu lhes darei de comer – disse o

advogado.

- Obrigado, mas tenho mulher e dois filhos comigo. Estão ali, debaixo

daquela árvore.

- Que venham também – disse novamente o advogado.

E, voltando-se para o outro homem, disse-lhe:

- Você também pode vir.

O homem, com uma voz muito sumida disse:

- Mas, senhor, eu também tenho esposa e seis filhos comigo!

- Pois que venham também. – respondeu o advogado.

E entraram todos no enorme e luxuoso carro.

Uma vez a caminho, um dos homens olhou timidamente o advogado e disse:

- O senhor é muito bom. Obrigado por nos levar a todos!

O advogado respondeu:

- Meu caro, não tenha vergonha, fico muito feliz por fazê-lo! Vocês vão ficar encantados com a minha casa… A grama está com mais de 20 centímetros de altura!



Moral da história:

Quando você achar que um advogado está lhe ajudando, não se iluda, pense


mais um pouco!

Frase do dia!

Quem trabalha muito, erra muito.
Quem trabalha pouco, erra pouco. Quem não trabalha não erra.
E quem não erra é promovido.

Relacionamentos


Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:

- ‘Ah, terminei o namoro… ‘

- ‘Nossa, quanto tempo?’

- ‘Cinco anos…. Mas não deu certo… Acabou’

- É não deu…?

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos esta coisa completa.

Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.

Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.

Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.

Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.

Tudo nós não temos.. Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele. Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele

com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona… Acho que o beijo é importante… E se o beijo bate… Se joga…. Se não bate… Mais um Martini, por favor… E vá dar uma volta. Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.

Não lute, não ligue, não dê pití.

Se a pessoa ta com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.

O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?

O legal é alguém que está com você por você. E vice versa. Não fique com alguém por dó também. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói. Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo. E nem sempre as coisas saem como você quer… A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível. Na vida e no amor, não temos garantias. E nem todo sexo bom é para namorar.. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.

Enfim… Quem disse que ser adulto é fácil?

Lição de Vida!




Um belo dia de sol, Sr. Mário, um velho caminhoneiro

chega em casa todo orgulhoso e chama a sua esposa

para ver o lindo caminhão que comprara

depois de longos e árduos 20 anos de trabalho.

Era o primeiro que conseguia comprar

depois de tantos anos de sufoco e estrada.

A partir daquele dia, finalmente seria seu próprio patrão.

Ao chegar à porta de casa,

encontra seu filhinho de seis anos,

martelando alegremente a lataria do reluzente caminhão.

Irado e aos berros pergunta o que o filho estava fazendo e,

sem hesitar, completamente fora de si,

martela impiedosamente as mãos do garoto,

que se põe a chorar desesperadamente sem entender o que estava acontecendo.

A mulher do caminhoneiro corre em socorro do filho,

mas pouco pôde fazer.

Chorando junto ao filho,

consegue trazer o marido à realidade,

e juntos levam o garoto ao hospital para cuidar dos ferimentos provocados.

Passadas várias horas de cirurgia,

o médico desconsolado e bastante abatido,

chama os pais e informa que as dilacerações foram de tão grande extensão,

que todos os dedos da criança tiveram que ser amputados.

Porém, o menino era forte e resistia bem ao ato cirúrgico, devendo os pais aguardá-lo no quarto.

Ao acordar, o menino ainda sonolento

esboçou um sorriso e disse ao pai:

-Papai, me desculpe. Eu só queria consertar seu caminhão, como você me ensinou outro dia. Não fique bravo comigo.

O pai, enternecido e profundamente arrependido,

deu um forte abraço no filho e disse que aquilo não tinha mais importância.

Não estava bravo e sim arrependido de ter sido tão duro com ele

e que a lataria do caminhão não tinha estragado.

Então o garoto com os olhos radiantes perguntou:

- Quer dizer que não está mais bravo comigo?

- É claro que não! – respondeu o pai.

Ao que o menino pergunta:

- Se estou perdoado papai, quando meus dedinhos vão nascer de novo?



Nos momentos de raiva cega, machucamos as pessoas que mais amamos,


e muitas vezes não podemos “sarar” a ferida que deixamos.


Nos momentos de raiva, tente parar e pensar em suas atitudes,


a fim de evitar que os danos seja irreversíveis.


Não há nada pior que o arrependimento e a culpa.


Pense nisto!

Mensagem do Dia

Lealdade é tudo!


Um homem, seu cavalo e seu cão caminhavam por uma estrada. Depois de muito caminhar, esse homem se deu conta de que ele, seu cavalo e seu cão haviam morrido num acidente (às vezes, os mortos levam algum tempo para se dar conta de sua nova condição). E a caminhada era muito longa, morro acima, o sol era forte e eles ficaram suados e com muita sede. Precisavam desesperadamente de água. Numa curva do caminho, avistaram um portão magnífico, todo de mármore, que conduzia a uma praça calçada com blocos de ouro, no centro da qual havia uma fonte de onde jorrava água cristalina. O caminhante dirigiu-se ao homem que guardava a entrada:

– Bom dia. Que lugar é este?, ele disse.

– Bom dia. Isto aqui é o céu, respondeu o homem.

– Que bom que nós chegamos ao céu. E estamos com muita sede. Disse o homem.

– O senhor pode entrar e beber água à vontade, disse o guarda, indicando-lhe a fonte.

– Meu cavalo e meu cachorro também estão com sede.

– Lamento muito, disse o guarda. Aqui não se permite a entrada de animais.

O homem ficou muito desapontado porque sua sede era grande. Mas ele não beberia, deixando seus amigos com sede. Assim, prosseguiu seu caminho. Depois de muito caminharem, com sede e cansaço multiplicados, chegaram a um sítio, cuja entrada era marcada por uma porteira velha semi-aberta. A porteira se abria para um caminho de terra, com árvores dos dois lados que lhe faziam sombra. À sombra de uma das árvores, um homem estava deitado, cabeça coberta com um chapéu, parecia que estava dormindo:

– Bom dia, disse o caminhante.

– Bom dia, disse o homem.

– Estamos com muita sede,.

– Há uma fonte naquelas pedras, disse o homem. Podem beber à vontade.

O homem, o cavalo e o cachorro foram até a fonte e mataram a sede.

- A propósito, disse o caminhante, qual é o nome deste lugar?

– Céu, respondeu o homem.

– Céu? Mas o homem na guarita ao lado do portão de mármore disse que lá era o Céu!

– Aquilo não é o céu, aquilo é o inferno.

– Mas então, disse o andarilho, essa informação falsa deve causar grandes confusões.

– De forma alguma, respondeu o homem. Na verdade, eles nos fazem um grande favor. Porque lá ficam aqueles que são capazes de abandonar até seus melhores amigos…



Ter amigos é um privilégio. E lealdade é tudo! Por mais que meu círculo de amigos (amigos – eu disse, não colegas) não seja assim tão grande, agradeço a Deus todos os dias por tê-los em minha vida. Eles podem até ser poucos, mas, ao mesmo tempo, são o suficiente pra preencher meu coração de bons sentimentos. Por isso, não os abandono. Juntos, a gente sempre encontra o ‘caminho do céu’. Separados, o caminho fica tão obscuro…



E pra você, o que significa lealdade?

Bom Dia!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

PARAR PARA PENSAR





Mal nascemos, sem dar conta percebemos

Que o nosso tempo começou e, por agora, não vai parar

E devagar gatinhamos, depois passo a passo caminhamos

Caindo, sorrindo, chorando mas, sem parar para pensar



E à medida que o tempo passa, damos conta que crescemos

E à nossa volta, a novidades nos fazem habituar

Brincamos, sorrimos, dormimos e até corremos

Na ânsia de aprender mas, sem parar para pensar



Já na escola, de outra forma aprendemos

E mais informação põe o cérebro a funcionar

Com coisas novas que em grupo desenvolvemos

Onde nem sequer há tempo de, parar para pensar



Anos depois surgem ventos de mudanças

E o corpo torna-se diferente e ímpar

E vamos fazendo as nossas próprias experiências

Muitas vezes, sem parar para pensar



E anos mais tarde quando nos tornamos grandes

Surge a nostalgia e a vontade de voltar

E é nesses tempos mais ou menos distantes

Que nos lembramos de, parar para pensar



E agora, numa competição e sempre a correr

Desde o nosso brusco acordar até ao deitar

Vemos em pleno a nossa vida a amadurecer

E por isso não temos tempo de, parar para pensar



E corremos de manhã para o ganha-pão

Continuamos a corrida ao almoço e ao jantar

E a correr vamos por um sonho ou por alguém

Onde poucas vezes, paramos para pensar



Depois, vivemos a vida para os outros

Porque acreditamos e confiamos na palavra Amar

Mas, até esses que no fundo são bem poucos

Ás vezes também não nos deixam, parar para pensar



Lutamos depois por pensamentos e ideais

Aqueles sobre os quais ainda ousamos sonhar

Voltamos a cair, levantamo-nos, e cada vez mais

Nos vai faltando o tempo de, parar para pensar



Em horas de revolta contra o que não está certo

Ganhamos forças e coragem para denunciar

Mas, os medos da ruptura pairam bem perto

E silenciam o nosso, parar para pensar



E quando os que nos amam, nos vão deixando

Um a seguir ao outro e ás vezes até sem contar

Nesses tempos de dor choramos, meditando

Que muitas vezes por eles, não paramos para pensar



Os anos vão-se passando e os tempos mudando

O corpo torna-se frágil, com pouca força para andar

E empurram-nos para um qualquer canto hediondo

Onde não ouvem o nosso delicado, parar para pensar



Mas, um dia acaba a corda do nosso relógio

Chega também o nosso tempo de findar

É nessas horas que, dizem os entendidos

Enfim, finalmente estamos parados para pensar !







Paulo A. Santos / Setembro de 2004

Um Conto De Natal


Um Conto de Natal

A mulher ia, estrada a fora, no carrão importado. Asfalto novinho e pretinho. Chovia. De repente o estouro e o desequilíbrio do carro que sai catando cascalho da beira do barranco. Bate aqui, bate ali, até que pára, depois de entrar por uma estrada esburacada, de chão.



Depois do susto, a mulher chora. Nervosa e trêmula, desce e vai ver o estrago. Um amassado aqui, outro ali, nada muito grave, a não ser o pneu estourado. Olha para baixo, olha para cima da estradinha. Ninguém aparece. Noite chegando. Bem que tenta trocar o pneu, mesmo tomando chuva. Força pouca. Traquejo nenhum. Desiste. O desespero toma conta dela, que entra no carro e se entrega ao pranto chorando mágoas passadas. Aí, lá da baixada, aparece o vulto. Um homem a cavalo. Vem chegando e vê que algo estranho acontecera com o carro. Pára. Desce calmamente do cavalo e bate no vidro. A mulher, remoendo medo e esperança, encara o homem. Alto, moreno, barba por fazer, roupa suja, mãos cheias de vincos provocados pelos calos... ela abre apenas uma fresta no vidro.



- Pode abri, moça! Carece tê medo não! A senhora qué ajuda?



A mulher abanou a cabeça dizendo que sim.



- Ondé que fica o pneu?



Ela fez sinal que era lá atrás, no porta-malas, e acionou o botão. O homem pega o pneu, acha chave e macaco e começa a fazer a troca, adivinhando tudo, por não entender nada. Homem acostumado com cavalo e roça não entende muito dessas máquinas não. Foi por isso que o macaco, mal colocado, escapou, sujigando a mão esquerda dele contra uma pedra, fazendo-a sangrar. A mulher teve dó e, pesarosa, abriu a porta.



- Tome aqui um lenço de papel! Limpe o sangue da mão!



- Não, moça! Podexá!



E passou a mão na calça suja, limpando-a do sangue teimoso, dispensando o lenço de papel cor-de-rosa.



- Moça! Pode entrá no carro! Fica aqui não! Tá choveno e tá frio! Lá dentro tá quentinho! Vai pra lá!...



Foi aí que ela observou que o homem estava todo ensopado pela chuva e, conseqüentemente, tremia de frio. Ela entra no carro, abre um pouco mais o vidro e começa a procurar assunto.



- Como é seu nome?



- É Tarcísio, moça!



- O senhor mora onde?



- É bem perto onde moro, meia légua daqui!



A mulher ficou sem saber se era longe ou perto. Observou o tempo, cada vez mais escuro. Noite chegando e a fome também.



- Sou da capital, senhor Tarcísio! Resolvi viajar sozinha. Nunca tinha feito isso. Meu marido deixei lá... nós brigamos...



A mulher parou de falar. Tomada repentinamente pela emoção, os soluços tomaram-lhe as palavras. Vez por outra ela se acalmava, sua dor doía menos e continuava o seu desabafo. Parece que precisava contar para alguém a sua história. Foi assim que Tarcísio ficou sabendo que o marido tinha muito dinheiro e muitas posses. E Tarcísio viu que ele tinha também uma mulher muito bonita. E ficou sabendo que não eram felizes. O marido vivia mais fora de casa do que dentro, envolvido com negócios, com os amigos e com as amantes. E foram as amantes o principal motivo da briga, desta vez. Tarcísio só ouvia, até que terminou de trocar o pneu. A mulher convidou-o para entrar no carro. Queria conversar mais.



- Não, moça, posso não! Tô sujo e intanguido de frio. Tenho que ir embora. A noite já chego e minha mulher me espera!...



- Sua mulher, senhor Tarcísio? O senhor é casado?



- Sim, moça! E muito bem casado, com a graça de Deus! E óia só como é o mundo. Enquanto a senhora foge do seu marido eu vô pra junto da minha mulher... tem duas semanas que a gente tá longe um do outro... tô morrendo de saudades!... Eu tava trabalhando...



- O senhor faz o quê, senhor Tarcísio?



- Trabaio na roça, moça! Planto arroz, milho e feijão. No meio planto abóbora, quiabo, melancia... na beirada planto batata doce, inhame e mandioca... dá pra despesa!...



A mulher entendeu que Tarcísio tinha pressa. Queria ir ver sua amada. Era noite de Natal.



- Por que o senhor não deixa seu cavalo aí e vem comigo? Levo-o onde o senhor quiser!



- Não, moça! Depois do Natal, vorto pra a roça. E é nesse cavalinho que eu vou. Se ele ficá aqui, arrisco perdê o bichim...



- Senhor Tarcísio, quero pagar pelo que o senhor me fez. Quanto lhe devo?



- Quanto deve? Nada não, moça! Não fiz isso por dinheiro!



- Mas, senhor Tarcísio, empatei mais de uma hora da sua vida! Se não fosse o senhor, eu estaria aqui, correndo risco de vida... além do mais, o senhor até machucou a mão! Pode dizer o preço que eu pago!



- Não, moça! A senhora não tem que pagá nada! A gente, quando faz o bem, não deve pedir nada em troca. Só deve querer que o bem continue sendo feito, sem parar! É assim que penso, moça!



A mulher tirou cinco notas de cem reais e ia entregá-las ao Tarcísio. Ele já tinha montado no cavalo.



- Óia, moça! Faz o seguinte: se eu lhe fiz bem e a senhora gostô, passe o bem para a frente! Faça outra pessoa feliz!



E tocou o cavalo, sumindo noite a dentro. Os olhos da mulher voltaram a ficar cheios de lágrimas. Não mais de tristeza. De emoção. Ela descobriu, ali naquele canto de mundo, vinda de um matuto sem estudos, de quem tivera medo no início, a maior lição de vida. Passar o bem para a frente...



- Ah, se todo mundo fizesse assim!...



E ligou o carro. Entrou no asfalto, disposta a achar um lugar onde comer alguma coisa. Rodou pouco e encontrou uma lanchonete de beira de estrada. Entrou e foi para uma mesa, com um monte de olhos de machos presos nela. Mulher tão distinta e tão bonita num lugar desses!... Uma garçonete veio atendê-la. Ela pensou: o que haverá de menos sujo por aqui? Um refrigerante talvez. E para comer? Uma fruta, decerto...



- Quero um guaraná! Que fruta vocês têm?



- Fruta? É...



- Sim, fruta! Já é tarde para comer outra coisa. Prefiro fruta!



- Olha, moça, aqui não tem fruta. Se a senhora esperar um pouquinho, tenho umas bananas. Moro bem ali, no fundo da lanchonete...



- Isto! Isto mesmo que eu quero! Você busca para mim? Bananas com guaraná!...



A garçonete esboçou um sorriso simpático e foi atrás do pedido. Trouxe o guaraná e saiu para buscar as bananas. Aí foi que a mulher viu que a mocinha tinha certa dificuldade para andar. Andava devagar. Observou bem e descobriu o motivo. Gravidez. A garçonete deveria estar lá pelo oitavo mês de gravidez. Usava um vestido simples, coberto por um avental que disfarçava o tamanho da barriga. No rosto, um sorriso meigo e cativante era gentilmente distribuído a todos os que lhe dirigiam a palavra.



A mulher ficou comovida observando a garçonete, cansada e grávida, naquela noite de Natal, atendendo com um sorriso a quantos lhe procuravam. Pensou que dificuldade teria na vida essa pobre moça para ter que se submeter, já no final da gravidez, a um trabalho desses. Perdeu até a fome.



Quando a garçonete voltou, encontrou na mesa, debaixo do copo, ainda com um resto de guaraná, cinco notas de cem reais. E um bilhete, num lenço de papel cor-de-rosa: Obrigada pelo atendimento. Fique com esse dinheiro. É uma ajuda para o seu bebê que está chegando. Seja feliz e faça outras pessoas felizes. Passe a felicidade para frente!



A platéia que, atenta, observava o que acontecia naquela mesa, saiu do suspense quando a moça abriu-se num sorriso largo. E, aos poucos, cada um foi procurando seu canto, sempre recebendo da futura mãe uma boa noite e um feliz Natal.



A garçonete faz mentalmente inúmeros planos do que fazer com aquele dinheiro chegado em tão boa hora, quando mais necessitava, estando o filho por nascer. Enquanto isso, começa a cuidar dos tantos copos e pratos e talheres que ainda tem para recolher e lavar e enxugar... mas para completar seu presente, o patrão também assumira o espírito natalino.



- Deixe o trabalho para amanhã. Vá dormir. Feliz Natal!



O quarto da moça era nos fundos da lanchonete. Ela sai feliz, sorrindo, sentindo-se leve, embora com tanto peso na barriga. Abre a porta devagarzinho, para não fazer barulho. Toma um banho e vai para a cama, pensando no dinheiro e no bilhete que a mulher deixara. Aquela mulher tivera uma inspiração divina para saber o quanto ela e o marido precisavam daquele dinheiro. Com os raios da luz que entra pela janela, olha embevecida para o rosto do marido. Moreno, barba por fazer. A mão esquerda, fora do cobertor, com um ferimento recente.



A garçonete beija-o docemente e diz, num sussurro:



- Tudo vai ficar bem. Obrigada por me fazer feliz, meu amor! Eu te amo, Tarcísio!





Ao usar este artigo, mantenha os links e faça referência ao autor:
Um Conto De Natal publicado 18/12/2006 por Eurico de Andrade em http://www.webartigos.com
Fonte: http://www.webartigos.com/articles/769/1/Um-Conto-De-Natal/pagina1.html#ixzz17L897cLI

Mensagem do Dia e Da Semana!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Um simples abraço... momento de inspiração



As vezes não é preciso 1001 palavras... 9999 beijos... mas sim apenas um simples abraço no momento certo... muita vezes te abracei... e agora não o posso ter... esse teu simples e sincero abraço... que podia não significar muito coisa... mas para mim significava segurança... carinho... e felicidade... e acima tudo que estavas aqui ao pé de mim... junto a mim... e pergunto-te : "Se eu te tivesse abraçado como se não houvesse amanhã tu tinhas ficado?"


Abraco: 1

.........................


Aninha*

Lion hugging




Demonstração inacreditável de ligação entre animais e humanos. Júpiter, um leão africano, foi salvo de exibições que fazia em circo a agora agradece sua resgatadora com abraços. Afeto ou aprendizagem por treino?


O Toque do Amor

Durante nossas vidas, nós aprendemos que o toque carinhoso nos faz bem. As crianças instintivamente correm para suas mães quando estão com saudades ou quando estão felizes por alguma coisa. Elas também correm para abraçar a mãe quando quer que necessitem de apoio e proteção como dor, ferimentos ou medos. Os adultos também se abraçam para amenizar medos, dor e insegurança.




Nós sabemos tão pouco sobre o comportamento de abraçar. Por que nós fazemos isso? O que o abraço pode nos ensinar sobre nossas emoções positivas e comportamento social? O abraço tem algum beneficio na saúde? Podemos causar mais bem estar nos outros e em nós mesmos se abraçarmos mais?



A ciência está agora olhando para este comportamento instintivo para afirmar coisas que nós sempre soubemos, mas nunca soubemos explicar. Onde está então a ciência deste comportamento?



Um abraço não é afetado pela idade, raça e nações. Ele pode dizer: "Eu te amo".


O abraço é um forte sentimento de afeto. É uma forma de intimidade física. Ele pode significar muito, e muitas coisas ao mesmo tempo. É uma forma de repartir as coisas boas e ruins da vida. Ele pode criar conexões que não podem ser expressas em palavras.







Por: Silvia Helena Cardoso

ABRAÇO






Existe algo em um simples abraço que sempre aquece o coração;

Dá-nos boas-vindas ao voltar para casa

E torna mais fácil a partida.

Um abraço é uma forma de dividir

As alegrias e tristezas por tudo que passamos,

Ou é uma forma para amigos dizerem que se gostam.

Abraços significam que realmente nos importamos;

Tanto com nossos avós, como nossos vizinhos,

Ou até com um urso amigo.....

Um abraço é algo espantoso.....

É a forma perfeita de mostrar o amor que sentimos,

Mais que palavras, que não podem dizer.

É engraçado como um simples abraço faz-nos sentir bem...

Em qualquer lugar ou língua....

Um abraço é sempre compreendido

E abraços não precisam de equipamentos,

Pilhas ou baterias especiais.

É só abrir os braços e os corações.



Autor Desconhecido



quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Alimente-se de bom humor




Se você misturar um punhado de farinha de primeira qualidade num saco de farinha vencida, o sabor, certamente, ficará amargo.



Na vida também funciona assim: o “maior” engole o menor. Assim, se você sorri apenas um instante do dia, pode apostar, antes mesmo do cair da tarde, seu humor estará no pé, como se costuma dizer. E nem você vai se suportar…



O mesmo vale para quem se queixa o tempo todo e vive dizendo que as coisas são difíceis. Sim, nada é tão fácil, mas, quanto mais você afirmar que a dificuldade existe, mais ela se fará presente em sua vida.



Quantos minutos por dia você pensa positivamente? Faça as contas e lembre-se: um punhado de farinha ruim é capaz de “estragar” o pacote inteiro.



Portanto, sorria, brinque, alimente-se de bom humor sempre. A vida é uma grande e deliciosa brincadeira e tudo o que ela mais deseja é que você seja capaz de pegar a sua dor e brincar com ela.



Pense nisso. Bom dia e fique com Deus.



......................................


Aninha*

A comovente história de Scarlett: lição de vida!


Ela era apenas uma gata de pelos curtos, sem eira nem beira e sem nome, com cinco filhotinhos, tentando sobreviver nas ruas pobres de um bairro de Nova York. Estabeleceu morada numa garagem abandonada e depredada, bastante sujeita a incêndios. Vasculhava a vizinhança procurando restos de comida para poder alimentar-se e cuidar dos filhotes.



Tudo isso iria mudar às 6h06 da manhã de 29 de março de 1.996, quando um incêndio rapidamente engolfou a garagem. A casa dos felinos ficou em chamas. A divisão 175 do corpo de bombeiros foi acionada, e logo o incêndio foi debelado. O bombeiro David Giannelli notou que as queimaduras eram progressivamente mais graves, de um gatinho para outro, alguns tendo esperado mais tempo para ser resgatados, visto que a mãe os carregou um por um para fora do local do incêndio.



O Daily News de Nova York, na sua edição de 7 de abril de 1996, relatou o seguinte a respeito do paradeiro da gata e do seu desvelo: “Quando Giannelli encontrou a gata, ela estava prostrada de dor num terreno baldio ali perto, e aquilo lhe cortou o coração. As pálpebras da gata estavam fechadas de tanto que incharam por causa da fumaça. As almofadas das patas apresentavam queimaduras gravíssimas. A cara, as orelhas e as pernas estavam horrivelmente chamuscadas. Giannelli providenciou uma caixa de papelão onde cuidadosamente colocou a gata e os filhotes. Ela nem conseguia abrir os olhos, disse Giannelli. Mas tocou os gatinhos um por um com a pata, contando-os.”



Quando chegaram à Liga de Animais North Shore, ela estava morre-não-morre. O relato continuou: “Deram-lhe medicamentos para combater o choque. Colocaram um tubo intravenoso cheio de antibiótico na heróica felina e, delicadamente, passaram pomadas antibióticas nas queimaduras. Daí, ela foi colocada numa gaiola com câmara de oxigênio para ajudar a respiração, e todo o pessoal da liga de animais ficou em suspense… Em 48 horas, a heroína já conseguia sentar-se. Seus olhos inchados se abriram e, segundo os veterinários, não tinham sofrido nenhuma lesão”.



Pare e pense. Imagine por um momento essa mãe corajosa, com seu medo inato do fogo, entrando no local enfumaçado e em chamas para resgatar os filhotinhos que miavam desesperadamente. Entrar uma vez para levar os filhotinhos indefesos seria incrível; fazer isso cinco vezes, cada vez com dores mais intensas devido a queimaduras adicionais na cara e nos pés, é inimaginável! A corajosa criatura foi chamada de Scarlett porque as queimaduras revelavam uma pele cor de escarlate (vermelha).



Quando essa comovente história do grande amor de uma mãe por sua prole foi veiculada ao mundo pela Liga de Animais North Shore, o telefone não parava de tocar. Mais de 6.000 pessoas, de lugares tão distantes como o Japão, a Holanda e a África do Sul, telefonaram para perguntar sobre o estado de Scarlett. Umas 1.500 se ofereceram para adotar Scarlett e seus filhotes. Um dos gatinhos mais tarde morreu.



Scarlett comoveu o coração de muita gente no mundo todo. Isso nos faz pensar se o coração de milhões de mães hoje, que eliminam o filho antes de nascer, ou por abusos, logo depois que nasce, não sente nenhum remorso diante do exemplo do amor de Scarlett pelos seus filhotes.



Extraído de Despertai! n.° 18, Vol. 77

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

10 coisas que levei anos para aprender

Foto Dreamstime


1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.





2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.



3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.



4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.



5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.



6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.



7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria “reuniões”.



8. Há uma linha muito tênue entre “hobby” e “doença mental”.



9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.



10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.



Luís Fernando Veríssimo

Cuide das pérolas da vida



Você sabe como a ostra produz uma pérola? Um grão de areia cai em sua concha e a incomoda. Irritada, a ostra passa dias tentando se livrar dele, até entender que jamais conseguirá tirá-lo dali. Então, decide envolvê-lo de maneira que ele se torne liso e aveludado. Ao conseguir, logo pensa: Venci uma dificuldade! Que isso nos sirva de lição.

reensão, certamente, passaremos a viver melhor e mais serenamente.



Os embates continuarão existindo, mas teremos muito mais discernimento e paciência para transformar tudo aquilo que está ruim em algo melhor.



A partir de agora, portanto, em vez de se queixar e ficar parada se corroendo quando algo não vai bem, arregace as mangas (sem perder a serenidade) e transforme mais esse grão de areia numa bela pérola. Você verá que as melhores e maiores oportunidades da vida, em geral, surgem das dificuldades.



Boa semana e fique com Deus.


..............................................

Aninha*

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Marta Medeiros



Você está sozinha. Você e a torcida do Flamengo . Em frente a tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar.



Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.



Triiiiiiiiiiiimmm!



É sua mãe...sua irmã..aquela amiga...



Quem mais poderia ser?



Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada.



Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver.



Por que o amor nunca chega na hora certa?



Agora, por exemplo... ... que você está de banho tomado e maquiada.



Agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema.



Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.



O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina.



Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos Outros, sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio uma locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida.



O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.



O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste.



Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro.



Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole.



O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.



A primeira lição está dada: ... o amor é onipresente. Agora a segunda: ...



mas é imprevisível. Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. O amor odeia clichês.



Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde... depois de uma discussão e... as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. ...



Idealizar é sofrer !



Amar é surpreender !

GIFS Especias

OLHE-SE NO ESPELHO





Pare por um minuto diante do espelho e responda com sinceridade:

O que você vê?



Uma pessoa que você gosta, alegre, de bem com a vida.

Ou alguém desanimado, magoado e chateado...



Uma pessoa tranquila, satisfeita, feliz.

Ou alguém inquieto, desapontado e triste...



Uma pessoa segura de si, cheia de vida, de sonhos

Ou alguém sobrecarregado e estressado...



Uma pessoa perseverante e corajosa

Ou alguém preocupado, cansado e desiludido...



Faça uma análise e se você não gostar

do que vê refletido no espelho, faça algo para mudar.



Mude o que for possível para sentir-se bem fisicamente.

Mas não esqueça de que as maiores mudanças, acontecem no coração.



Reflita e compreenda: você é hoje o resultado de suas escolhas do passado

E somente você pode dar um novo rumo à sua vida.



Tenha coragem de mudar sua forma de pensar, ser e agir,

E busque a realização de seus sonhos com atitudes positivas.



Faça as pazes com você mesmo e com a vida!

Mude para melhor todos os dias e seja feliz!



“Seja qual for o grau a que chegamos,

o que importa é prosseguir decididamente”

(Fl 3,16)



Rosemary de Ross

Reflexão do Dia!

“Existem, durante a nossa vida, sempre dois caminhos a seguir: aquele que todo mundo segue, e aquele que a nossa imaginação nos leva a seguir.

O primeiro pode ser o mais seguro, o mais confiável, o menos crítico, o que você encontrará mais amigos, mas você será apenas mais um a caminhar.

O segundo, com certeza vai ser mais difícil, mais solitário, o que você terá maiores críticas, mas também, o mais criativo, o mais original possível.

Não importa o que você seja, quem você seja, ou que deseja na vida, a OUSADIA em ser diferente reflete na sua personalidade, no seu caráter, naquilo que você é. E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia ".



(Ayrton Senna da Silva)"

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Um Cachorro Genial



Um açougueiro estava tomando conta de sua loja e ficou realmente surpreso quando um cachorro entrou.


Espantou o cachorro, mas logo em seguida o cachorro voltou.

Novamente tentou espantar o cachorro, quando percebeu que o cachorro trazia um bilhete na boca.

Pegou o bilhete e leu:

"Pode me mandar12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor!".

Olhou e viu que dentro da boca do cachorro tinha uma nota de 50 reais.

Então pegou o dinheiro e pôs as salsichas e a perna de carneiro em uma sacola e na boca do cachorro.

O açougueiro ficou muito impressionado e como já era mesmo hora de fechar o açougue, decidiu fechar e seguir o cachorro.

E foi o que fez.

O cachorro começou a descer a rua e quando chegou a um cruzamento, depositou a bolsa no chão pulou e apertou o botão para fechar o sinal.

Então esperou pacientemente com a sacola na boca que o sinal fechasse e ele pudesse atravessar.

Atravessou a rua e caminhou até uma parada de ônibus, com o açougueiro seguindo-o.

No ponto de ônibus o cão olhou para a tabela de horários e sentou no banco para esperar o ônibus.

Quando o ônibus chegou o cachorro foi até a frente para conferir o número, viu que aquele era o ônibus certo e entrou.

O açougueiro boquiaberto seguiu o cão.

De repente ocão se levantou ficou em pé nas duas patas traseiras e apertou o botão para saltar, tudo isso com as compras ainda na boca.

Bem, o açougueiro e o cão foram caminhando pela rua até que o cão parou em frente a uma casa e depositou as compras na calçada.

Então voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta.

Tornou a fazer isso várias vezes.

Ninguém respondeu na casa.

Assim, o cachorro circundou a casa, pulou um muro baixo, foi até uma janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes.

Caminhou de volta atéa frente da casa onde um homenzarrão enorme abriu a porta e começou a espancar o cachorro.

O açougueiro correu até o homem e o impediu dizendo:

"Por Deus do céu homem, o que você está fazendo?

O seu cachorro é um gênio".

O homem respondeu:

"Um gênio? Esta já é a segunda vez esta semana que este cachorro estúpido esquece a chave!!!".







Moral da estória:



Quando estamos ligados às pessoas erradas, podemos continuar nos esforçando para ajudar e agradar, podemos até exceder as expectativas mais comuns, mas infelizmente, aos olhos de algumas pessoas insensíveis, isto estará sempre abaixo do esperado...

A Oração que eu esqueci




Senhor protegei as nossas dúvidas, porque a dúvida é uma maneira de rezar. É ela que nos fazer crescer, porque nos obriga a olhar sem medo para as muitas respostas de uma mesma pergunta. E para que isto seja possível,




Senhor protegei as nossas decisões, porque a decisão é uma maneira de rezar. Dai-nos coragem para, depois da dúvida, sermos capazes de escolher entre um caminho e o outro. Que o nosso ‘sim' seja sempre um ‘sim', e o nosso ‘não' seja sempre um ‘não'.

Que uma vez escolhido o caminho, jamais olhemos para trás, nem deixemos que nossa alma seja roída pelo remorso. E para que isto seja possível,



Senhor protegei as nossas ações, porque a ação é uma maneira de rezar. Fazei com que o pão nosso de cada dia seja fruto do melhor que levamos dentro de nós mesmos. Que possamos, através do trabalho e da ação, compartilhar um pouco do amor que recebemos. E para que isto seja possível,



Senhor proteja os nossos sonhos, porque o Sonho é uma maneira de rezar. Fazei com que, independente de nossa idade ou de nossa circunstância, sejamos capazes de manter acesa no coração a chama sagrada da esperança e da perseverança. E para que isto seja possível,



Senhor dai-nos sempre entusiasmo, porque o Entusiasmo é uma maneira de rezar. É ele que nos liga aos céus e à Terra, aos homens e as crianças, e nos diz que o desejo é importante, e merece o nosso esforço. É ele que nos afirma que tudo é possível, desde que estejamos totalmente comprometidos com o que fazemos. E para que isto seja possível,



Senhor protegei-nos, porque a Vida é a única maneira que temos para manifestar o Teu milagre. Que a terra continue transformando a semente em trigo, que nós continuemos transmutando o trigo em pão. E isto só é possível se tivermos amor - portanto, nunca nos deixe em solidão.



Dai-nos sempre a tua companhia, e a companhia de homens e mulheres que têm dúvidas, agem, sonham, se entusiasmam, e vivem como se cada dia fosse totalmente dedicado à Tua glória.



Amém.

Telefones de Emergência




'Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto'! (Is 55:6)



*TELEFONES DE EMERGÊNCIA:


Quando você estiver triste, ligue João 14.

Quando pessoas falarem de você, ligue Salmo 27.

Quando você estiver nervoso, ligue Salmo 51.

Quando você estiver preocupado, ligue Mateus 6:19,34.

Quando você estiver em perigo, ligue Salmo 91.

Quando Deus parecer distante, ligue Salmo 63.

Quando sua fé precisar ser ativada, ligue Hebreus 11.

Quando você estiver solitário e com medo, ligue Salmo 23.

Quando você for áspero e crítico, ligue 1 Coríntios 13.

Para saber o segredo da felicidade, ligue Colossenses 3:12-17.

Quando você sentir-se triste e sozinho, ligue Romanos 8:31-39.

Quando você quiser paz e descanso, ligue Mateus 11:25-30.

Quando o mundo parecer maior que Deus, ligue Salmo 90.

Anote em sua agenda, um desses telefones, pode ser IMPORTANTE a qualquer MOMENTO em sua VIDA!!!

Cai o Céu na Terra

Recebi essas lindas imagens através de um e mail e não podia deixar de repassar!


É BELO demais pra ficar só pra mim!













 


A BELEZA É DOM DE DEUS!!


UM BOM DIA!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

TENHA FÉ, ERGA A CABEÇA!!











ORA, A FÉ É A CERTEZA DE COISAS QUE SE ESPERAM A CONVICÇÃO DE FATOS QUE NÃO SE VÊEM. APROXIMEMO-NOS, SINCERO DE CORAÇÃO, EM PLENA CERTEZA DE FÉ, TENDO O CORAÇÃO PURIFICADO DE MÁ CONCIÊNCIA E LAVADO O CORPO COM ÀGUA PURA. GUARDEMOS FIRME A CONFISSÃO DA ESPERANÇA, SEM VACILAR, POIS QUEM FEZ A PROMESSA É FÍEL PARA CUMPRIR

 (Jesus).

Momento de Inspiração!


Não se diminua


Perante as dificuldades e vicissitudes da vida não se diminua, não baixe a cabeça já mais. Levante e erga-se, continue firme. De mais um passo adiante, pois você pode.



Diga sempre para você mesmo que você pode porque você é maior que qualquer dificuldade que a vida te oferece. Aproveite os presentes que o sofrimento pode nos oferecer: testar nossos limites, medir nossas forças, e nos colocar diante de mais um propósito. O pior não é cair, é não saber quando levantar ou pior não ter vontade.



Você é maior que qualquer obstáculo. As muralhas existem para provar quão forte é o nosso desejo em conseguir algo. Para testar se realmente é isso mesmo o que queremos. Então pra que se diminuir? Levante e corra, quem acorda cedo consegui o que quer. Enquanto você dorme já tem gente batalhando. Corra, pois nada cai do céu.
 
Bjus de Luz!!
 
....................................
 
Aninha*

Reflita!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Dez minutos com um amigo fazem bem a saude




Você está com algum problema para resolver?Tente conversar durante 10 minutos com um amigo. Um simples contato traz beneficios mentais. Após no minimo 10 minutos de contato social prazeroso, as pessoas apresentam uma performace melhor com relação a memória, autocontrole e concentracao. Manter uma boa rede social tem uma influencia positiva sobre a expectativa de vida, comparavel a de largar o cigarro ou sair da faixa da obesidade. E mais: redes sociais solidas fazem as pessoas ter ate 50% menos chance de morrer prematuramente.

Mensagem do Dia

Frase do dia!




“Já caí inúmeras vezes, achando que não iria me reerguer,
já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.”

Clarice Lispector

Momento de Inspiração!

Fixe sua atenção no bem




Conheço muita gente com a triste mania de só enxergar o lado negativo das pessoas e das coisas à sua volta. Aposto que você também conhece. O pior é que são poucas aquelas que se dão conta dos estragos que essa “carga” ruim exerce sobre a própria vida.



Sim, porque quanto mais defeitos você vê, mais você se isola. Quem é que vai suportar ou sentir prazer em conviver ao lado de quem vive resmungando, criticando, julgando? E, assim, amizades são rompidas por causa de algo tão pequeno, tão mesquinho: a crítica vazia e bisbilhoteira.



Sei que todos têm um lado bom e um lado ruim dentro de si mesmos. Por isso, pregar a perfeição seria uma grande tolice. Mas, que tal buscar no outro e em si mesma o que temos de melhor? Que tal valorizar o que há de positivo para que o negativo se torne ínfimo? Fixando a atenção no bem, ele ganha força, cresce e se perpetua… Na sua vida e na das outras pessoas também. Quer coisa melhor? Eu não!



Boa quarta-feira & fique com Deus.

..................................


Aninha*

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tá valendo? Momento de Inspiração



Bem Me Quer.




Tenho para mim que escapar de vez em quando faz bem, afinal quem aguenta viver a cru?

Muitos pregam o contrário, mas duvido que mesmo esses não tenham seus momentos de pura fuga da realidade quando levam muito a sério o quotidiano.

Há muitos refúgios. Uns mais nobres que outros. Outros menos destrutivos que uns.

Desconfio que a vida sem fantasia seja mesmo contra-indicada.

Tenho quase certeza de que precisamos de um filtro para nos manter sãos.

Assim vale dominó na calçada, jogos no celular, um biribinha.

Sei lá.

Um bom romance, um belo poema, uma nova teoria.

Que tal?

Vale uma nova paixão. Vale a meia luz. Vale a criação.

Vale desfiar um rosário, acalmando o coração.

(Ou bem me quer, mal me quer, como distração).

Vale dois ou três chopes e a alegria compartilhada.

Vale um ideal, um cinema e até o sonho de consumo.

Vale a música preferida, para ouvir ou para cantar.

Vale chamar para dançar, tomar um café ou jogar conversa fora.

Só não vale exagerar na dose, jogar areia nos olhos, jogar contra si ou contra o outro, nem trapacear.

Também não vale levar a bola para casa, puxar o tapete do outro, nem se achar o senhor da razão.
 
 
...........................................
 
Um Bjão Cheio de Luz!!!!
 
 
Aninha*

Frase do dia!

Ventos de agosto erguem lembranças.

O mundo de hoje é travesti - Arnaldo Jabor





Vou falar um pouco de mulher, eu que mal as entendo na vida. Não falarei das coxas e seios e bumbuns... Falo de uma aura mais fluida que as percorre.



Gosto do olhar de onça, parado, quando queremos seduzi-las, mesmo sinceramente, pois elas sabem que a sinceridade é volúvel, não perdura. Um sorriso de descrédito lhes baila na boca quando lhe fazemos galanteios, mas acreditam assim mesmo, porque elas querem ser amadas, muito mais que desejadas. Elas estão sempre fora da vida social, mesmo quando estão dentro.



Podem ser as maiores executivas, mas seu corpo lateja sob o tailleur e lá dentro os órgãos estranham a estatística e o negócio. Elas querem ser vestidas pelo amor. O amor para elas é um lugar onde se sentem seguras, protegidas.



O termômetro das mulheres é: "Estou sendo amada ou não? Esse bocejo, seu rosto entediado... será que ele me ama ainda?" A mulher não acredita em nosso amor. Quando tem certeza dele, pára de nos amar. A mulher precisa do homem impalpável, impossível. As mulheres têm uma queda pelo canalha. O canalha é mais amado que o bonzinho. Ela sofre com o canalha, mas isso a justifica e engrandece, pois ela tem uma missão amorosa: quer que o homem a entenda, mas isso está fora de nosso alcance. A mulher pensa por metáforas.



O homem por metonímias. Entenderam? Claro que não. Digo melhor, a mulher compõe quadros mentais que se montam em um conjunto simbólico sem fim, como a arte. O homem quer princípio, meio e fim. Não estou falando da mulher sociológica, nem contemporânea, nem política. Falo de um sétimo órgão que todas têm, de um "ponto g" da alma.



Mulher não tem critério; pode amar a vida toda um vagabundo que não merece ou deixar de amar instantaneamente um sujeito devoto. Nada mais terrível que a mulher que cessa de te amar. Você vira um corpo sem órgãos, você vira também uma mulher abandonada.



Toda mulher é "Bovary"... e para serem amadas, instilam medo no coração do homem. Carinhosas, mas com perigo no ar. A carinhosa total entedia os machos... ficam claustrofóbicos. O homem só ama profundamente no ciúme. Só o corno conhece o verdadeiro amor. Mas, curioso, a mulher nunca é corna, mesmo abandonada, humilhada, não é corna. O homem corneado, carente, é feio de ver. A mulher enganada ganha ares de heroína, quase uma santidade. É uma fúria de Deus, é uma vingadora, é até suicida. Mas nunca corna. O homem corno é um palhaço. Ninguém tem pena do corno. O ridículo do corno é que ele achava que a possuía. A mulher sabe que não tem nada, ela sabe que é um processo de manutenção permanente. O homem só vira homem quando é corneado.



A mulher não vira nada nunca. Nem nunca é corneada... pois está sempre se sentindo assim. Como no homossexualismo: a lésbica não é viado.



A mulher é poesia. O homem é prosa. Isso não quer dizer que a mulher seja do bem e o homem do mal. Não. Muita vez, seus abismos são venenosos, seu mistério nos mata. A mulher quer ser possuída, mas não só no sexo, tipo "me come todinha". Falam isso no motel, para nos animar. O homem é pornográfico; a mulher é amorosa. A pornografia é só para homens. A mulher quer ser possuída em sua abstração, em sua geografia mutante, a mulher quer ser descoberta pelo homem para ela se conhecer. Ela é uma paisagem que quer ser decifrada pelas mãos e bocas dos exploradores. Ela não sabe quem é. Mas elas também não querem ser opacas, obscuras. Querem descobrir a beleza que cabe a nós revelar-lhes. As mulheres não sabem o que querem; o homem acha que sabe.



O masculino é certo; o feminino é insolúvel. O homem é espiritual e a mulher é corporal. A mulher é metafísica; homem é engenharia. A mulher deseja o impossível; desejar o impossível é sua grande beleza. Ela vive buscando atingir a plenitude e essa luta contra o vazio justifica sua missão de entrega. Mesmo que essa "plenitude" seja um "living" bem decorado ou o perfeito funcionamento do lar. O amor exige coragem. E o homem... é mais covarde. O homem, quando conquista, acha que não tem mais de se esforçar e aí , dança...



A mulher é muito mais exilada das certezas da vida que o homem. Ela é mais profunda que nós. Ela vive mais desamparada e, no entanto, mais segura. A vida e a morte saem de seu ventre. Ela faz parte do grande mistério que nós vemos de fora, com o pauzinho inerme. Ela tem algo de essencial, tem algo a ver com as galáxias. Nós somos um apêndice.



Hoje em dia, as mulheres foram expulsas de seus ninhos de procriação, de sua sexualidade passiva, expectante e jogadas na obrigação do sexo ativo e masculino. A supergostosa é homem. É um travesti ao contrário. Alguns dizem que os homens erigiram seus poderes e instituições apenas para contrariar os poderes originais bem superiores da mulher.



As mulheres sofrem mais com o mal do mundo. Carregam o fardo da dor histórica e social, por serem mais sensíveis e mais fracas. Os homens, por serem fálicos, escamoteiam a depressão e a consciência da morte com obsessões bélicas, financeiras ou políticas. As mulheres agüentam firmes a dor incompreendida. O mundo está tão indeterminado que está ficando feminino, como uma mulher perdida: nunca está onde pensa estar. O mundo determinista se fracionou globalmente, como a mulher. Mas não é o mundo delicado, romântico e fértil da mulher; é um mundo feminino comandado por homens boçais. Talvez seja melhor dizer um mundo travesti. O mundo hoje é travesti.



( Arnaldo Jabor )